Como funciona um rastreador veicular?

Como funciona um rastreador veicular?

Você já deve ter ouvido falar de rastreador, né? Um equipamento que é instalado no carro pra saber onde ele está no caso de um roubo ou furto. Mas tem muita coisa confusa sobre isso e a gente vai explicar tudo pra você. A começar pelo nome, que na verdade é Dispositivo de Segurança Automotivo. Isso porque ele tem o objetivo de ajudar a manter o seu veículo seguro. É comum para as seguradoras pedirem que um dispositivo desse seja instalado no carro depois de analisar vários critérios.

O aparelho é bem pequeno e pode usar duas tecnologias: GPS ou Radiofrequência. Nicolas Ferrara, Gestor de Serviços e Prestadores da Youse, explica que a tecnologia de GPS é a mesma usada nos celulares. “A gente consegue obter várias informações, porém em locais muito fechados não conseguimos um sinal tão bom. Já a tecnologia de radiofrequência, como usa antenas de rádio, a gente consegue ter um alcance maior, o que facilita na hora de localizar o carro”, conta.

Aqui na Youse, o dispositivo possui ambas as tecnologias e é conhecido como híbrido.  Quem cuida da operação é um fornecedor, que tem diversas antenas espalhadas pelo país, inclusive em ônibus. Esses são pontos de contato que ajudam na hora de rastrear. “Então, dessa forma, o GPS usa informações de telemetria, que coleta as trajetórias, tempo de frenagem, aceleração. A mesma tecnologia usada no Youse Trips”.

Cadê o rastreador?

Você não fica sabendo onde o dispositivo será instalado no seu carro. E isso tudo é para garantir a segurança. É só o funcionário da empresa contratada que vai saber onde o equipamento vai ficar. “Aqui na Youse a instalação dura, em média, uma hora. Mas ela é muito tranquila, não fazemos nenhuma alteração no carro. O dispositivo precisa ficar lá, escondidinho”, explica Nicolas.

É justamente por todo esse sigilo que você não pode nem saber qual é a cara do dispositivo de segurança. A ideia é ele não ser reconhecido com facilidade por ninguém.

Se acontecer um roubo ou furto, é importante que você entre em contato o mais rápido possível. “O quanto antes o cliente entrar em contato com a gente, maior é a chance da gente recuperar o veículo”, diz Nicolas.

Para saber todos os detalhes do dispositivo de segurança, confira nosso vídeo: