Sérgio Sette Câmara larga em quinto no GP de Mônaco

Sérgio Sette Câmara larga em quinto no GP de Mônaco

Mônaco – O quinto lugar no grid da primeira corrida do GP de Mônaco de F2 deixou Sérgio Sette Câmara moderadamente feliz. A competição realizou nesta quinta-feira, dia em que Sérgio completa 21 anos de idade, a importante sessão de classificação para a prova desta sexta-feira. As ultrapassagens são muito difíceis em Mônaco.

O piloto da equipe DAMS, patrocinado pela Youse, caiu no grupo A, dos dez pilotos com carros de número ímpar. Os demais dez formaram o grupo B. Cada grupo teve somente 15 minutos para registrar seus tempos no Circuito de Monte Carlo, de 3.337 metros de extensão, 19 curvas.

Nicky de Vries, holandês da equipe ART, do grupo B, estabeleceu o melhor tempo no geral, com 1min20s676, e larga na pole position. O mais rápido na sessão A, de Sérgio Sette Câmara, foi o inglês Callum Illot, da Sauber Júnior, e por isso ocupará a segunda colocação no grid.

Saiba +: Sergio Sette Câmara está otimista para a etapa da Catalunha de F2

Sérgio registrou 1min21s537, terceiro do grupo A. Largaria, portanto, em sexto, mas o seu companheiro na DAMS, o canadense Nicholas Latifi, líder destacado do campeonato, com 93 pontos, foi punido. Seria o quinto, mas caiu para oitavo.

Latifi ultrapassou a linha branca do fim dos boxes quando o sinal vermelho já estava aceso no treino livre da manhã.

A segunda fila da prova desta sexta-feira tem o italiano Luca Ghiotto, da UNI-Virtuosi, segundo no campeonato, com 67 pontos, terceiro no grid, e o alemão Mick Schumacher, da Prema, quarto. Mick é filho de Michael Schumacher.

A largada será às 6h30, horário de Brasília, 11h30 em Mônaco. Serão 42 voltas. O limite é uma hora de duração. O resultado da corrida determina o grid da segunda, no domingo, sendo que entre os oito primeiros o grid é invertido. O vencedor larga em oitavo, o segundo colocado em sétimo e assim por diante. Assim como o oitavo na prova de amanhã larga em primeiro na de domingo

“Foi bom, mas poderia ser melhor”, diz Sérgio Sette Câmara


Após a definição do grid, nesta quinta-feira, Sérgio Sette Câmara deu o depoimento abaixo exclusivo para a Youse:

“Não dá para dizer que não gostei da ideia de largar na terceira fila, aqui em Mônaco. Mas quando você sabe que poderia obter mais, fica aquela sensação estranha dentro de você. Eu registrei as duas melhores parciais da pista na minha volta lançada, sabia que estava perto de conquistar um ótimo tempo, mas no último setor peguei o Jack Aitken (equipe Campos) pela frente, o que me obrigou a reduzir a velocidade. Perdi ali os décimos de segundo que provavelmente me permitiriam largar na primeira fila.

Não estou aqui justificando nada, por favor, mas até meu engenheiro, Damien, lamentou o Aitken estar na minha frente. Hoje era dia para lutar lá na frente.

O lado bom do treino foi termos visto que aquele desequilíbrio no meu carro, na etapa anterior, em Barcelona, não se manifestou até agora aqui em Mônaco. Eu me senti bem confortável ao pilotar. Se você não tem confiança não tem como ser rápido nesta pista que adoro competir.

Na sessão livre da manhã, simulamos algumas voltas com o carro ajustado para a condição de corrida. E também pude verificar que aqueles sintomas de Barcelona aparentemente desapareceram. Tomara seja assim amanhã.

Nessa simulação de corrida, usei pela primeira vez também uma regulagem para todo o complexo sistema de embreagem que me ajudou a dar uma largada muito boa. Agora tudo tem de funcionar amanhã como hoje.

Eu sou sempre prudente para projetar qualquer resultado, mesmo dispondo de um bom carro. É o caso agora. Vou para a largada, amanhã, sabendo que se nada de anormal acontecer tenho chances de lutar pelo pódio, o que seria ótimo, o meu primeiro nesse traçado fantástico. E para o campeonato, obviamente, seria bom.”

Fica marcado um novo encontro entre nós depois da corrida desta sexta-feira, combinado? Abraços.

….

Para mais notícias sobre Sérgio Sette Câmara, continue acompanhando nosso blog!