Como checar o histórico de um carro usado antes de comprar

Como checar o histórico de um carro usado antes de comprar

Depois de muita procura, você encontra um carro perfeito para você. É do jeito que você queria, no preço que procura e está pronto pra colocar rápido na sua garagem. Mas a pressa é a inimiga da escolha e alguns pequenos detalhes podem passar despercebidos. É fácil ficar atento a eles para ficar seguro na compra e a gente explica pra você como fazer.

O primeiro passo é conseguir a placa ou a numeração de chassis do carro. São registros únicos para cada veículo e permitem conhecer melhor o histórico dele para conferir informações como roubo e furto em aberto, débitos e multas, restrições de venda, se já passou por leilão ou por indenização irrecuperável entre outros. “Nos nossos serviços, 24% (aproximadamente um a cada quatro carros) possuem algum item que afeta diretamente seu valor. Os problemas mais frequentes estão relacionados a ocorrências que causam a depreciação do carro“, afirma Henrique Cavalhieri, Head de Varejo da Dekra Brasil, empresa especializada em vistorias.

A consulta do histórico pode ser feita online mesmo, através de serviços como o Checkauto, oferecido pela Dekra (e também disponível para Yousers que possuem o Seguro Auto), o que já ajuda na primeira fase de avaliação. Mas nem por isso você deve abrir mão de fazer uma vistoria física em um estabelecimento especializado, que vai checar itens como placas, lacres, marcação de chassi, motor, câmbio e vidros. “O foco aqui é se prevenir da compra de um carro clonado, de uma fraude, ou de um veículo com motor e outras peças roubadas que podem dar muita dor de cabeça ao proprietário em uma fiscalização ou no processo de transferência do veículo”, explica Cavalhieri.

Tem que ver ao vivo

A vistoria presencial também garante que o carro esteja em dia com todos os itens de segurança obrigatórios e se ele passou por algum reparo extenso por conta de algum acidente no passado. Isso pode afetar diretamente o preço que você vai pagar e dar margem para você negociar melhor o valor, caso queira seguir com a compra.

Para tudo isso, a dica mais importante é: não pague antecipadamente. Só dê o dinheiro ao vendedor depois de estar 100% seguro da compra.

Inclusive, qualquer desconfiança é motivo pra acender a luz amarela, já que você só vai estar seguro da compra se tiver todas as informações à mão. “Se o vendedor se negar a passar informações ou fazer uma vistoria, desconfie! O que será que ele está querendo esconder?”, alerta Cavalhieri, que ainda repete uma dica preciosa: “Por fim, não tenha pressa, você está tomando uma decisão importante para seu patrimônio, sua segurança e de sua família”.

Seguro na compra: dicas na hora de escolher o carro

+ Não faça a compra 100% online. Só pessoalmente você pode ver se itens como cor, acabamento e acessórios do carro são do seu jeito.

+ Fazer um test drive é fundamental para você avaliar o carro. Se o vendedor não permitir o teste, desista da compra.

+ Desconfie também de ofertas que não sejam realistas para aquele carro, ano e modelo.

+ Combine encontros em locais seguros e nunca vá sozinho em negociações com particulares.

+ Você pode combinar o encontro do vendedor já em um posto de vistoria.

Faça uma cotação prévia do seguro para saber quanto vai pagar no carro. No app da Youse, a avaliação é de graça.