Como funciona o financiamento de carros?

Como funciona o financiamento de carros?

Você sabe como funciona o financiamento de carros? Ele é uma opção pra quem quer comprar um carro novo, mas ainda não tem todo o valor disponível no banco. Contudo, você precisa ficar atento a alguns detalhes pra não ter prejuízo, viu? É preciso ter um pouco de planejamento e organização pra fechar um bom negócio.

Por conta disso, a gente conversou com a Juliana Inhasz, professora de economia do Insper, pra reunir algumas dicas importantes sobre como funciona o financiamento de carros e te ajudar na negociação!

Saiba +: Endosso: com o Seguro Auto Youse você pode mudar informações direto no app

Antes de fechar negócio

A primeira dica sobre como funciona o financiamento de carros é pesquisar muito sobre as taxas que cada banco oferece e encontrar as que se encaixam melhor no seu orçamento. Além disso, se possível, faça uma poupança para dar de entrada no financiamento. “Quanto maior a entrada debitada, menor a dívida remanescente com o banco”, explica Juliana.

Calcule todo e qualquer gasto com o carro

Vale adicionar na conta todas despesas que você terá mesmo depois de comprar o carro. Até porque, com o financiamento em andamento, existem outros gastos além das parcelas. “É importante incluir no cálculo os custos com manutenção, abastecimento, seguro, IPVA, dentre outros”, lembra a professora de economia.

Cuidado com parcelas muito baixas

Para Juliana, é melhor fugir dos financiamentos muito longos, que prometem parcelas pequenas. “Financiamentos muito longos representam um risco maior de inadimplência (ou seja, dívida) para o banco, que, portanto, acaba taxando mais o cliente. Você pode acabar pagando até o dobro do valor veículo”.

O que acontece se eu ficar devendo?

Em 2014, novas regras para o financiamento de carros foram criadas. Antes dessa mudança, os bancos esperavam pelo menos o vencimento de três parcelas pra confiscar o carro se as parcelas do financiamento não forem pagas em dia. Agora, com um dia de atraso no pagamento, você já pode ser notificado.

Quando o próprio carro é usado como garantia, o banco tem permissão pra entrar com uma ação de busca e apreensão em menos de uma semana. Assim, antes de fechar negócio, fique atento a todos os detalhes! Se você não conseguir pagar as parcelas para o banco, pode até perder o carro.

E atenção!

As novas regras valem para contratos novos e antigos. Então, é importante acompanhar o pagamento das parcelas todo mês. Em caso de atraso, você pode procurar o banco para saber se existe tolerância para confiscar o carro ou alguma possibilidade de acordo.

Por isso, evite ao máximo ficar em dívida. “O ideal é não pular parcelas, não dever, pois as contas se acumulam. Em casos extremos, é melhor até vender o carro para quitar a dívida. Tudo para não perder dinheiro e não ficar com o nome sujo no mercado”, explica Juliana.

Cheque seus dados cadastrais

É sempre bom manter o caminho de contato entre você e o banco atualizados para não correr o risco de perder qualquer tentativa de comunicação.

Colaborou: Laura Isern

Faça sua simulação agora
Faça sua simulação agora

Aqui na Youse você contrata só os serviços que precisa e que cabem no seu bolso. Além de o seguro ser totalmente personalizável, você faz tudo 100% online, rapidinho e na palma da mão.

Fazer cotação

….

Ei, você já conhece o Seguro Auto Youse? Ele é tipo você, é só escolher as coberturas e assistências que desejar e pronto. Clique aqui e saiba mais!