Emprego: como saber que é hora de procurar uma nova oportunidade?

Emprego: como saber que é hora de procurar uma nova oportunidade?

Em tempos de desemprego, fica difícil saber qual é hora de procurar uma nova oportunidade. Mas é sempre bom lembrar que você tem o poder da escolha. A gente conversou com a Gabriela Gola, headhunter da Page Executive, pra te dar dicas valiosas sobre seu emprego e carreira.

Primeiro de tudo: o que faz um headhunter? É o profissional que procura recrutar perfis que se encaixem nas vagas solicitadas por uma empresa, mas é diferente de um recrutador de RH.

Saiba +: #NãoSouObrigada a ganhar menos do que um homem

O Headhunter vai te dizer como você está em relação ao mercado, o que pode melhorar na sua carreira e no seu currículo e te mostrar um panorama maior do que você pode conquistar. Além disso, também prestam serviços para as empresas, que é o mais comum: “A principal forma de descobrir se a pessoa se encaixa em uma vaga de emprego é alinhar com a empresa o tipo de perfil que eles buscam. Mas, é importante saber o que a pessoa quer também.”

Hora de dar no pé do emprego?

Sabe quando você levanta de manhã e pensa “putz, tenho que ir trabalhar!”? Isso pode ser um sinal de que está na hora de procurar novas oportunidades de trabalho. “Quando você percebe que está desalinhado com a empresa, quando suas opiniões são diferentes e começa a discordar muito, sabe? Mas nunca espere pra deixar que você fique cansado. Sempre tome a decisão de cabeça fresca”.

Na hora de procurar uma outra vaga, avalie o que vale mais a pena. Um salário maior, porém morar em outro lugar? Um salário menor, mas que dá pra conciliar a vida profissional com outras áreas? “Você tem que se conhecer e saber o que é bom pra você e entender o que aquele trabalho te oferece”.

“Você também pode conversar com os seus gestores pra ver se dá pra te mudar de área ou marcar um feedback pra entender o que pode mudar e tornar aquele ambiente melhor e novamente promissor”.

Se está há muito tempo na empresa em que trabalha, tente lembrar de todas as fases do seu crescimento. Olhe pra trás e conte a sua história para o recrutador ou o headhunter, às vezes você já poderia ter ido trabalhar em outro lugar.

Pra quem está começando

É claro que pra quem está começando uma carreira também não está fácil, mas Gabriela indica, mais uma vez, se conhecer e entender no que você pode trabalhar. “Comece antes que o estágio se torne obrigatório na faculdade, assim dá pra errar mais e aprender com o que e onde você gostaria de continuar”.

Fique também de olho nos processos seletivos que você se candidata. Sabendo o que você procura, fica mais fácil de saber pra onde mandar seu currículo. Participar de muitas entrevistas também te ajuda a ver se aquele anúncio é cilada ou não.

“Vemos muitas empresas com um turnover muito grande trabalharem com ‘mapeamento de sucessão’, que são processos seletivos onde não há vagas, mas que servem para a empresa ver como está o mercado de trabalho e garantir um banco de currículos que dê pra escolher rapidamente um profissional para ocupar um lugar que acabou de ficar vazio” diz Gabriela.

E aí? Se sente mais preparado para enfrentar o mercado de trabalho? A gente acredita que ao se conhecer melhor você consegue fazer as melhores escolhas. Atualize o seu currículo, busque opiniões de outros profissionais da sua área e boa sorte!